(21) 2263-4811 / (21) 2533-4576

sbdrj@sbdrj.org.br

“Não houve nenhuma perda de qualidade”

O novo formato permitiu que a RM estendesse suas fronteiras. Que o diga a Dra. Izelda Costa, Membro da SBDDF e Professora de Dermatologia da Universidade de Brasília.

“A RM on-line tem um lado positivo, que é assistir sem sair de casa a palestras interessantes, sem viajar; é uma reunião que, tradicionalmente, nos traz grande aprendizado. Quero parabenizar o Dr. Thiago (Jeunon), a Dra. Juliana (Marques) e toda a diretoria pela condução da RM. Não houve nenhuma perda de qualidade nessa versão on-line. Já estive presencialmente em algumas reuniões como convidada e estou gostando muito também desse novo formato.”

Um dos destaques da RM foi mais uma participação internacional. A palestra principal, com o tema “Genetic skin diseases and laboratory testing”, foi ministrada pelo Dr. John McGrath, professor of Molecular Dermatology and head of the Genetic Skin Disease Group. Honorary Consultant Dermatologist for the Guy’s and St Thomas’ NHS Foundation Trust. Head of St John’s Institute of Dermatology.

“Na minha opinião, a palestra do Dr. John McGrath foi o ponto alto da reunião. Ele foi feliz ao abordar doenças genéticas e diagnóstico laboratorial. O conheci no Instituto de Dermatologia San John, de Londres, onde fiz meu doutorado há mais de 20 anos, e hoje ele é o chefe desse serviço de dermatologia do Reino Unido. Dr. John falou um inglês muito fácil, sempre dando exemplos práticos do dia a dia, abordando doenças dermatológicas e tratamentos simples e sofisticados, e nos mostrando que essa realidade está muito mais próxima de nós do que nós pensamos”, comenta a Dra. Regina Schechtman.

A programação contou ainda com o Simpósio Satélite Janssen, que teve a participação do Dr. Paulo Oldani Felix, chefe do Serviço de Dermatologia do HFSE, abordando os temas “Stelara: eficácia e segurança no tratamento de pacientes com psoríase a partir dos 6 anos e Tremfya: descobrindo uma nova solução para seus pacientes com psoríase e artrite psoríasica.”

“Estamos conseguindo manter as reuniões em alto nível nesse formato on-line. O simpósio, dividido em dois temas, se pautou por duas indicações novas para duas medicações, uma (Stelara) usada há mais de 10 anos para psoríase, que agora foi aprovada para uso em criança; e a outra medicação (Tremfya), aprovada há 2 anos para psoríase, que agora poderá ser usada para artrite”, resume Dr. Paulo Oldani.

Já no Simpósio Satélite USK, a Dra. Andréia Munck, Médica dermatologista pelo IDPRDA, e o Dr. Paulo Muller Ramos, Mestre e Doutor pela faculdade de medicina da UNESP, falaram sobre o tema “Abordagens no tratamento tópico padrão ouro para alopecia”.

Foram apresentados sete estudos de casos de residentes do nosso serviço credenciado. Com 25% dos pontos, o caso vencedor foi “Dermatomiosite associada a nódulo pulmonar, do HUPE, apresentado por Haizza Cristina de Almeida Cabral Monteiro, Talita Caldas Oliveira, Maria de Fátima Guimarães Scotelaro Alves, Luna Azulay-Abulafia, Alexandre Carlos Gripp e Arles Martins Brotas.

Leia mais sobre a reunião de julho aqui.