Notícias

Você sofre com as estrias? É possível prevenir e tratar

As estrias são consequência do rompimento das fibras elásticas e colágenas, responsáveis pela firmeza da pele. Na fase inicial, podem se apresentar no tom da pele ou serem mais rosadas. Geralmente, são discretamente deprimidas em relação à pele, mas em alguns casos, podem ser elevadas. À medida que o tempo passa e a estria vai ficando mais antiga, a coloração passa a ser esbranquiçada e a largura mais estreita.

Ainda não se conhece a causa exata para o desenvolvimento das estrias, mas elas costumam aparecer logo após a distensão excessiva e rápida da pele, o que gera uma inflamação e depois o rompimento das fibras.

Essa situação é mais comum na puberdade, durante a gravidez, em indivíduos obesos, com o aumento excessivo dos músculos e na colocação de próteses, como a de mama, por exemplo. As estrias são mais comuns na região das nádegas, coxas, abdome e costas.

Posso me prevenir?

Você pode e deve se prevenir. Para isso, evite que sua pele sofra grandes distensões em um intervalo pequeno de tempo. Tente manter o seu peso sempre controlado e visite sempre seu dermatologista, que pode te orientar a formas de evitar e tratar precocemente.

É possível eliminar as estrias?

Não é possível eliminar de vez as estrias, mas é possível amenizar a sua aparência por meio de tratamentos estéticos feitos com o seu dermatologista. O ideal é que sejam realizados assim que elas surgem, na fase em que ainda estão rosadas, mas mesmo as estrias antigas podem apresentar melhora.

Dentre os tratamentos disponíveis, estão os cremes com ácido glicólico, ácido retinóico, óleo de rosa mosqueta e vitamina C; o microagulhamento; microdermoabrasão e alguns tipos de lasers fracionados.

Os resultados do tratamento variam de acordo com cada caso, mas sempre valem a pena, pois diminuem a aparência das marcas na pele.

Se você tem estrias e deseja tratá-las, agende uma consulta com o médico dermatologista !

Fonte: SBDRJ