Notícias

Por que hidratar a pele é tão importante?

Ainda que hidratar a pele pareça ser uma simples questão de vaidade, na realidade é um hábito necessário e também uma questão de saúde. A hidratação reforça a barreira de proteção da pele e evita a sensibilidade. O pós-banho é o momento ideal para hidratar o corpo, com foco em áreas mais ásperas como joelhos, calcanhares e tornozelos, que possuem mais tendência ao ressecamento.

A hidratação adequada previne possíveis irritações, ameniza o aspecto esbranquiçado, melhora a textura e o mais importante: protege a pele dos agentes externos. Esses agentes estão presentes no meio ambiente, como por exemplo: poluição, água quente ou muito fria, clima seco, fatores alimentares etc.

Embora não tenham a hidratação como função principal, alguns produtos de uso diário também podem cumprir essa função. É o caso de algumas maquiagens e filtros solares, por exemplo.

E se não hidratarmos a pele, o que acontece?

A pele ressecada perde sua capacidade de defesa, tornando-se alvo fácil para irritações e infecções, criando fissuras e escamas imperceptíveis. Alguns maus hábitos contribuem para o ressecamento da pele, como o uso contínuo e inadequado de sabões, detergentes e álcool gel, que atacam o manto de oleosidade natural da pele, provocando um desequilíbrio na barreira.

Para prevenir o ressecamento, evite banhos demorados e superquentes (esse hábito pode remover a oleosidade natural da pele) e sabonetes perfumados ou com ação adstringente (busque o produto adequado para o seu tipo de pele).

Hidrate-se após o banho (o vapor facilita a absorção dos ativos) e beba ao menos 2L de água por dia, afinal, a hidratação também precisa ser de dentro para fora.

Consulte seu dermatologista regularmente.

Fonte: SBDRJ