fbpx

Notícias

Alopecia Fibrosante Frontal (AFF)

“Minha testa está aumentando” e “Perdi minhas sobrancelhas” são as queixas mais comuns dos pacientes que procuram dermatologistas com um novo tipo de queda de cabelo: a alopecia fibrosante frontal (AFF).

Os primeiros casos da doença foram descritos apenas recentemente, em 1994. No entanto, médicos dermatologistas de todo o mundo vêm testemunhando um aumento expressivo do número de pacientes atingidos por essa condição.

A AFF acomete principalmente mulheres que já passaram pela menopausa. Por esse motivo, muitas atribuem os sintomas à idade, o que acaba por retardar o diagnóstico. As características mais marcantes da doença são a perda progressiva dos cabelos na linha de implantação – o que dá a impressão de aumento da testa – e a rarefação dos pelos das sobrancelhas. Alguns pacientes podem se queixar de coceira, ardor e queimação nesses locais. Os pelos do corpo também podem cair. Além disso, existem outros sinais, como o surgimento de pequenas bolinhas na pele do rosto (conhecidas como pápulas faciais) e manchas (que recebem o nome de líquen plano pigmentoso).

O que causa a AFF?

Não se sabe ao certo a causa desta condição. Mas, possivelmente diversos fatores estão envolvidos. Existem evidências que sugerem que alterações de natureza imunológica, genética e hormonal podem estar por trás deste tipo de alopecia. Além disso, existem pesquisas em busca de possíveis gatilhos ambientais.

A AFF é considerada como uma alopecia cicatricial. Ou seja, uma vez que os cabelos caem, eles são substituídos por uma cicatriz e não se consegue fazê-los crescer novamente. Por isso, é de suma importância o diagnóstico precoce para interrupção da doença: em caso de alterações no crescimento dos cabelos ou na pele, deve-se procurar um médico dermatologista.

Atualmente, existem diversos tratamentos disponíveis. Seu médico dermatologista pode prescrever uma combinação de medicações tópicas, orais e mesmo injetáveis. A escolha das medicações irá variar de acordo com cada caso. Procure seu médico dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

Dr. Rodrigo Pirmez, pelo Departamento de Cabelos da SBDRJ.⠀⠀
Coordenadores do Departamento de Cabelos da SBDRJ: Dr. Daniel Fernandes e Dr. Rodrigo Pirmez