Notícias

A importância de escolher bem seu dermatologista

A pele é o maior órgão do corpo humano e não deve ser tratada de forma superficial. As intervenções necessárias precisam ser administradas por um dermatologista qualificado – que pode atuar tanto em procedimentos estéticos, quanto nos tratamentos clínicos e cirúrgicos.

É preciso estar atento já que muitos profissionais atuam, especialmente na área estética, sem serem médicos.

Existem algumas formas de garantir que seu procedimento será realizado por um médico especialista. No site do Conselho Federal de Medicina (CFM) você pode checar o registro do profissional escolhido. Além disso, no site da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), você pode verificar se o profissional é membro da sociedade e se possui Registro de Qualificação de Especialista (RQE).

Qual é a formação profissional de um dermatologista?

Além da graduação em Medicina, que dura 6 anos, os dermatologistas fazem residência ou especialização na área e depois devem ser aprovados no Exame de Título de Especialista em Dermatologia da Associação Médica Brasileira (AMB) com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Para ter o Registro de Qualificação de Especialista (RQE), o médico deve concluir a residência médica e ser aprovado no exame de título de especialista. Somente com esse registro o profissional pode se dizer especialista na área.

Infelizmente a oferta de procedimentos estéticos complexos realizados por profissionais desqualificados é bem comum e, por isso, as notícias de procedimentos mal sucedidos e até mesmo morte ocasionada por eles são muitos. Seja qual for o atendimento que você procura, todo cuidado é pouco. Pesquise sempre sobre o profissional que irá realizá-lo!

Fonte: SBDRJ