Notícias

29 de outubro – Dia Mundial da Psoríase

A psoríase não é contagiosa e pode ser controlada.

Outubro é definido pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) como mês da Campanha Nacional de Conscientização da Psoríase e, no dia 29 de outubro, comemoramos o Dia Mundial da Psoríase. A SBD acredita que o esclarecimento de dúvidas da população é uma forma de minimizar o preconceito, combater o estigma social, a discriminação e o isolamento dos pacientes, ao mesmo tempo em que trabalha a valorização da autoestima deles.

A psoríase é uma doença inflamatória e crônica que causa sintomas como lesões na pele, descamações e vermelhidões. Pode atingir pessoas de qualquer faixa etária e age de forma cíclica, ou seja, apresenta lesões que desaparecem e reaparecem periodicamente. As lesões podem ou não coçar.

Pouco se sabe sobre a causa da psoríase, mas acredita-se que possa estar relacionada ao sistema imunológico, às interações com o meio ambiente e até mesmo à genética. Fatores como estresse, obesidade, tempo frio, tabagismo e consumo de bebidas alcoólicas podem desencadear ou agravar o quadro clínico da doença. Nas crianças e nos jovens, pode estar relacionado seu surgimento com infecções bacterianas na garganta. Apesar de não existir cura para a psoríase, é possível mantê-la controlada. O diagnóstico e o tratamento devem ser indicados por um médico dermatologista.

Dentre as terapias mais comuns destacam-se o tratamento tópico (com pomadas e cremes), a fototerapia (que consiste na exposição da pele à radiação ultravioleta), os medicamentos sistêmicos (em comprimidos ou injeções). A hidratação da pele e evitar coçar e escoriar as áreas são recomendações universais para evitar a piora das lesões.  

É importante frisar que a psoríase não é contagiosa. Trata-se de uma doença que pode ser tratada e controlada. Converse com seu dermatologista!

Fonte: SBDRJ